<$BlogRSDUrl$>

Vareta Funda

O blog dos orizicultores do Concelho de Manteigas


segunda-feira, fevereiro 26, 2007


ASCENSÃO E QUEDA DE ALESSANDRO PASCOALE, CIRURGIÃO DE VENEZA, CONSELHEIRO DO DOGE E MESTRE DO BUCENTAURO





L´umana fragilità:

“Mortal cosa son io, fattura umana:

Tutto mi turba, un soffio sol m’ abbatte;

Il tempo che mi crea, quel mi combatte”

Il ritorno d’ Ulisse in patria, de Cáudio Monteverdi, do libretto de Giacomo Badoaro, 1641.


Alessandro Pascoale vivia em Veneza e foi defecar na estrumeira do quintal mor de terrível aperto intestinal. Aquilo foi de esguicho - pois tinha abusado dos penne alla ricotta e ainda delle pene al pesto e dos fusilli alla putanesca que comera em quantidades hiperbólicas, pois sofria de um distúrbio alimentar grave e por isso é que pesava duzentos e oitenta quilos. A parede caiada parecia agora pintada á pistola e as cuecas ficaram imprestáveis, pelo que foram directamente para o lixo. Ainda de cócoras, desequilibrou-se e não pôde evitar cair em cheio com o traseiro na generosa e fumegante larada que acabava de expelir, mesmo por cima de um bocado de borrego meio estragado que o cão tinha vomitado e estava já cheio de larvas brancas e gordas, que em breve se transformariam em zumbidoras varejeiras verdes e azuis. Uma ratazana saltou por detrás de um monte cascas de batata e abocanhou-lhe, com os dentes finos como lâminas, o delicado escroto. Alessandro saltava, gritando de dor com a ratazana ao dependuro fincada nas delicadas peles enquanto desesperado puxava o animal pela cauda. De um puxão mais repentino logrou arrancar a ratazana pestilenta e infectada das suas tenras carnes. Os testículos esguicharam gordura, sémen e sangue para os pés de Alessandro.

Lamentando-se por já não poder ter mais filhos, cantou:

“Non è dunque per me varia la sorte?

Cangiò forse Fortuna

La volubil ruota in stabil seggio?”

FIM


Arrotos do Porco:

Primos e sem tempo para ler.
Fica para a tarde.
e hop.

Incha, Zeca.



traduccion ( ya existente) al valencià

un home va anar a cagar detras de un costal de canyes i una rata grossa i vella li fot mos a les castanyes



é muito edificante, a experiência de ler uma posta do AdaS enquanto se rói uma maçã.

Porcalhão, pá, ias-me fazendo perder o apetite.

Já ao almoço tava a comer e a ler um policial, e foi justamente na altura de comer um naco de carne que dou com uma intervenção de polícia que escava o chão de uma casa à procura de um cadáver e dão com um fosso de 50 cm de altura, cheio de esgotos acumulados ao largo de anos a fio, repletos de vermes esbranquiçados, ratos inchados, merda e putrefacção.

FODA-SE!



Boa lui, belo resumo executivo, sim senhora. Mesmo que seja em valenciano, essa lingua insigne e incompreensível igualzinha ao catalão.


Porra, Bock. Que merdas andas tu a ler? Cenas maradas, mom.


É que a gaiata atré rimou, caralho!!!!

adaS, palhaço, porco, badalhoco, javardolas, pá, o Philip K. Pisso, aka Dick, tem o quê escrito, cona? Andeu buscando e só vi o que serviu de argumento a 2 filmes que já vi, o Relatório Minoritário e um que n me alembra o nome, mas que é com aquele moço, o Ben Affleck, que tu aqui há semanas me disseste que tinhas sonhos húmidos com ele todas as noites, lembras-te? aquele filme em que uns gajos fazem um upload de cenas na memória do gajo, mas aquilo fica assim mem' mem' mem' a rebenar pelas costuras e até lhe sai sangue pelas orelhas e ranhoca do nariz por causa do esforço e tudo, tás a ver?



to traduzco no sufras
um homen foi a hacer cocó, detras dum monte de canhas ( juncos o algo assim)
e um rato gordo e velho le atira uma mordida pra as castanhas (testiculos)

é o não é ?

a escatologia e uma lingua universal



Paycheck
Pago para esquecer.

Mas o PKD escreveu COLHÔES de coisas á custa de muita anfetamina naquela cabecinha.

http://www.booksfactory.com/writers/dick.htm


Aquele Total Recall com o Schwartzneger tb. é dum conto do gajo "We can remember you wholesale" acho eu.



Ou estarás a falar do Johnny Mnemonic? Esse não é dele.


canas, canas lui. juncos son juncos.


Eu não tenho culpa... É uma doença que eu tenho lui.


Pá, chama-se Laços de Sangue, de um mon chamado, Arnaldur Indridason, sendo que um dos 'd' está cortado, nunca tinha visto tal letra.

teve o Gold Dagger Award de 2006. e não é mau.

é assim estranho, um policial islandês não é cosia que se encontre todos os dias... muito menos personagens com nomes como Erlendur Sveisson, Eva Lind, Sindri Snaer, Sigurdur Óli, Dísa Rós ou Marion Briem.
Tá sempre escuro e a chover...
Daquelas merdas que um gajo até fica contente de nascer num país a dar para o atrasadinho...
cona.



o mnemonic é com outro gaiato que te povoa os sonhos e que te deixam a pingar do rabo: o Keanu Reeves.

Pá.



Posso dizer uma asneira?!!!!!!!!!!


































MERDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA






















TOU FARTA DE TRABALHAR, IRRRAAA!!!






Fuiiiii!!



E so mais uma coisa.... para a Luz...
O Babel...."saiu pelo cano"!!


Hasta!

beijos!
quicas



Então e a asneira, caralho?


Ahahahaha
Bockito!!

LOL




Tá lá..."MERRRRDDAAAAAAAA"




Mas pronto....dada a gravidade da situação............


















FODA-SE PARA ESTA MERDA TODAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!
















MERDA DE CHEFEEEEEE!!!




ENFIMMMMMMMMMM!!


EHHHHHHHHHHHHHH



"Caliviooo!!"!!

LOL



Ah bom.

Assim já gosto mais...



Bockitoooo ainda tas aí?!!


Toma um besito e deseja-me sorte!



Vou para o antro.... LOL
ehehehe!


Adivinha onde vou eu?!!


;-)



Boa tarde, cambada de coirões.

Olá, Luí
Olá, Queca


AdaS,

Como é que sabes que o cão vomitou borrego, pá?



Hau ez da irabazle baten historia,
hilerriko zulora joandako zoria
Lagunek esan dute ez duela inporta
Ez ziola dirurik, inori zur eta.
Galdetu egin diete nola zun izena.
"izena ez du merezi ezertxo'rez denak"
Lurpean sartu eta zelako batzarre
milaka urbildu dira ar eta xixare.
Aho, sudur, belarri, ipurtzulo, begi
zortzi ohizko zuloak bistan dira ageri.
Horietan barrena doaz alegera
baina topatu dute zulo bat sobera.
Bizkar erdi erdian, ilun, beltz eta hotz
pistola baten bala sartu zaio zorrotz
Xixareen protesta, ar baten marmarra:
"Ez dago deretxorik, zerbait egin behar da"
Prentxan agertu dute:"Hau ez da zilegi
bederatzina zulo ez al da gehiegi?"
"Mendiko bazterretan ba da "zulo" ugari,
handik armak hartuta, tira etsaiari!!!



Aquilo deve ter sido escrita automática ou assim...


é como diz o outro: foda-se!



Bonjour, les couilles.


Alguém me explica porque raio não há enetation?


Nem acredito que ninguém se lembra que o "Do androids dream of electric sheep" do P. K. Dick foi a base do argumento do Blade Runner.


Estou a ver que estás bem entrosado com o Philip.

Por outras palavras, estás sempre com o Dick nas pontas dos dedos e da língua, hein?

E sim, porque é que não há enetation????



Bom dia, MaronÊs.


Não dá ao menos para ordenar os comentos ao contrário?
Um gajo sempre escusava de ter de andar para aqui a subir e a descer-

Pá.



Despierta.
Dispara.
Un gringo,
En tu casa.
Gringos en Nicaragua,
Gringos a mogollón.
La comadre Sebastiana
Os ronda alrededor.
y tu hermano que estas ahí privando
contando batallitas en el bar
no me seas gachupino, gachupino huevón
Que en tu tierra te llaman la Revolución.
Nicaragua Sandinista.



JANTAR AMANHÃ!

20.30-21.OO

GAÚCHA (O DOS ÚLTIMOS NHAMS)

INSCREVAM-SE AQUI E PASSEM PALAVRA PARA PODER SER MARCADO.

SE TIVEREM ALGO A OPÔR, MANIFESTEM-SE.

BONS DIAS.

CONA



.


APAREÇAM, MENINAS, APAREÇAM!


E SE NÃO ESTIVEREM A CURTIR, JÁ SABEM...
















































...VESTEM-SE E VÃO-SE EMBORA!



Mas deixam o guito da janta, tá?...


Eu, pá, ainda não sei.
Em podendo, lá estarei...



O Senhor Ministro da Saúde disse uma graça em público, mais ou menos isto: que o número de mortos nas estradas portuguesas tinha diminuído no último ano devido ao aumento do preço da gasolina. Engraçado, não é?


ui que graça...
assim como assim veio à mente o outro cromo da saúde que fez umas graçolas com os hemofílicos ou com as hemodiálises ou com não sei o quê que o fez ir de cona.
A bem dizer não me recordo do nome dele. qualquer coisa Carneiro. Ou Borrego?
E pelos vistos este tá a ver se vai pelo mesmo caminho...



... de caralho, pois.


Era o Borrego , mas esse teve piada.


Digamos que num congresso de ambiente contar uma piada sobre reciclagem de hemofílicods mortos por excesso de chumbo na água, tem a sua piada...


Porra, tem a mesma que tem contar uma piada sobre menos mortos na estrada por causa do preço da gasosa, pá.


FODA-SE, JÁ CONSEGUI PÔR A ENETATION A FUNCIONAR.

IDE LÁ, IDE.



Puta, que já aparece.

Mas, puta, que não colabora.



Ah, ganda chOURAS pá.

Esforço louvável.

Já mereces uma imperialzinha, oferta da casa.






Mas tens que me prometer que ma tiras com muuuuuito jeitinho...



Porcos! Depravadões! Mijões!


a tation marou outra vez, creio. apesar dos esforços do chOURAS.


'me' e 'ma' na mesma frase tinha-se dispensado, mas enfim, tu percebes: com jeitinho!

clonito - me ma ma!: é claro que não é preciso. Sabes bem que não fazes cá falta nenhuma, e que quando desapare4ceres não vais deixar saudades de qualquer espécie, salvo assim uma cena do género 'já fodia a tromba ao clonito'.

Mas se quiseres andar por aí a arrotar umas postas de pescada, eu cá não me importo... conão.



PS ao chOURAS: Não obstante a lentidão da tation, que dificilmente te pode ser imputada, e na certeza de ausência de dolo, má fé ou negligência grosseira da tua parte, continuas merecedor da imperial, sempre dentro das mesmas condições anteriormente enunciadas...


Afinal quem vai à janta, cona?



Eu vou!


...ali e venho já!


Caralho, pááá!



Afinal, quem vem à janta? Cumué?



Eu vou!


...ali, mas venho já.


MA-LHUUUUUUUUUU-COOOO!


Guarda la Bella Pooooostaaaaaaaa!




<< Voltar ao repasto.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?