<$BlogRSDUrl$>

Vareta Funda

O blog dos orizicultores do Concelho de Manteigas


sábado, dezembro 16, 2006

O Mais Belo Conto de Natal – 2006

Por aqueles dias, que não interessa para o caso quais eram, havia expectativa, medo e alguns sorrisos nas caras das crianças da Freixianda.

(Não. Minto. A história da Freixianda tem a sua graça mas não é o mais belo conto de Natal. Vamos lá a ver se acerto.)

“Vou-te oferecer uma arca em folha de alumínio para guardares o teu enxoval.”, disse-lhe a mãe, com aquele ar sumamente satisfeito de quem faz pela filha o que não puderam fazer por ela.

(Bolas. Se me cai o pé para o neo-realismo ainda pensam que eu sou o fantasma do Fernando Namora… Claro: podia sempre tergiversar para a lenda e criar um daqueles milagres de Natal em que a arca apareceria, na manhã de 25, cheia de moedas de ouro ou exemplares da primeira edição do “Eu, Carolina” mas seria coisa batida e requentada, com o ambiente campestre e a menina larvar que se transforma em luzidia borboleta até que um qualquer artolas lhe cortasse as asas e o himen… pouco natalício, pouco belo… ainda não é isto. Tentemos outra vez.)

Paulo chegava a casa carregado com sacos do Tokyu Store de Gotanda. “Ainda tenho que desfiar o bacalhau… É melhor fazê-lo à Gomes de Sá que os japoneses, se o vêem à posta, não sabem por onde é que se lhe pega…”. Pousou os sacos, abriu uma lata de Georgia Emeral Mountain Blend e apeteceu-lhe ouvir o “Child” da Jane Siberry. Mal pusera o disco a tocar, tocaram também à campaínha. “Porra! Não me digam que alguém trocou as horas e já me vai aparecer aí quando eu não tenho nada pronto!”. Abriu a porta e sorriu-lhe um japonês solícito, da companhia Sagawa, para lhe entregar uma encomenda. Assinada a papelada e trocadas as palavras da ordem, com muitos “s” sibilantes no final de cada frase, Paulo viu-se com um pacote de cartão quadrado nas mãos, medindo sensivelmente 37x37cm. “Hmm… Não tem remetente. Deve ser uma lâmpada flourescente das redondas que o senhorio mandou para trocar a do quarto pequeno.” Foi à cozinha buscar uma faca, tarefa mais complexa do que pode parecer se levarmos em conta a confusão que grassava nas gavetas, e predispôs-se a abrir a encomenda. Lá dentro, sem um cartão, sem uma palavra, estavam 4 discos em vinil: o “Atlântida” da Lena d’Água; o “Alibi” da Manuela Moura Guedes, o “Into the night” dos Taxi e o “Ocidente Infernal” do Pedro Ayres de Magalhães…

(Materialista. Não se coaduna com a estação. Seria um bonito milagre mas não o mais belo conto de Natal. O registo pessoal até vai bem mais ainda não é isto. A ver se é desta…)

Paulo metia a chave à porta de casa, pensando em tudo o que ainda tinha para fazer. “Tenho que enviar os cd’s que gravei; tenho que comprar mais umas pendas, tenho que ver se finalmente mando os cartões de Natal e tenho que pregar o botão do colarinho da camisa branca que ainda está boa e não vale pena põr de lado.” Abriu a porta, acenderam a luz e gritaram “Surpresa!”.
À sua espera estavam:
A Mãe
O Pai
O Mário
O Carlos
A Guida
O João
O Manuel
O Puto, a Martita, a Janita, o Pedro e a Maki, o Ricardo e a Ana, o Zé, o Lourenço, o Diego, a Lena, a Elisabete, o João Coelho, a Sandra, o André, a Ana Cláudia, a Marta e o Steven, o Hugo, o Francisco, o Moura, a Filipa, a Madalena, a Andrea, o Assento, o Bock, a Estounua, o Fodimedes, a Saltita, o FêPê, o finO, a Dentada, o G2, o Papa, o Sandro, o Priapo, a TT, o Galhão, o Zé Cu, o Chouras, , a Lex, a Soda, a Lui, a Luz, a Diza, a Boobs, a Quicas, o Mimalho, o Nymoma, o Clonito, o Jiro, o Koizumi, a Suzuki, a Atsuko, fora os outros que estavam à espera no terraço.

(Pronto. Assim, sim. Aqui está o mais belo conto de Natal, saison 2006.)

Arrotos do Porco:

* * ** ** ** * *
((((abracinhos))))

** **** * * **
Oláaa! Não vim sozinho! Trouxe comigo velhas glórias do Sporting! Cá estão o Cherbakov e o Peixe e trazem-te camisolas autografadas! O Figo e o Balakov tiveram problemas na alfândega com o Iordanov e chegam um pouco atrasados. Também trouxe o Senhor Sardinha que vai preparar os petiscos e o senhor Tó, só para ser malcriado connosco e estragar um bocado o ambiente! Espera... estão a buzinar lá fora.... é o camião dos Franz Ferdinand! Tens 34 extensões eléctricas? E chegam ao terraço?
**** **** ** ** **
*************



:)**


Grandabraço, Vareta-san. Ainda havemos de ir ver o Fuji. :')


Olaaa varetaaa!
Boa posta....

Um Natal cheio de alegria para ti, vareta!

Um beijo grande também para ti...

Eisshh tantas coisas para tiii....

Bjs


PS. E eu a pensar que ia ficar no terraço...Yhooo!! Num fiquei!
LOL



Sou eu a Quicas!
Ana F

Enfim...um mes fora e ja ando toda trocada!

Beijos!



Eu estou no terraço. Até já lá estou há bastante tempo para guardar o lugar. Toma lá uns beijinhos e uns abracinhos, amigo.


Aqui ou aí, não interessa.
Que passes um bom dia de aniversário do filho da Maria, pá.


Aquele abraço!



ARIGATO VARETA


meu coração estará a tu ladito todos los dias


...ainda que não seja o natal

MATA NE



Olaaa G2...besito tb para ti!
(como nao consigo comentar vais mesmo por aqui)

Chouricito...tens um mail meu!
Vai la cuscar!
:-)

Beijos a todos e ate amanha (a ver se consigo comentar!)



Ana f sou eu a quicas!


ola anaF
luí sou eu : a luí !!!

mandame tu mail que o perdi



Luiiiiiiiiii
Ehhhhhhhhhhhhhhhh

quicas_ana@hotmail.com

Aqui tens o meu email!
www.quicas007.blogspot.com
Tem la nova foto!
Para ti, como es porreira, pago-te 1 Euro!
Ehehehe!

Besito para ti guapa!



FOD...........
NAO CONSIGO COMENTAR
CA NERVOOOOOOOSSSSSSS!!!

GGRRHHHH!!





<< Voltar ao repasto.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?