<$BlogRSDUrl$>

Vareta Funda

O blog dos orizicultores do Concelho de Manteigas


sexta-feira, outubro 27, 2006




SIC Novas

Já não é a primeira vez que acontece: estou a ver a SIC Notícias pelas três da manhã e sou surpreendido pelo início do discurso do pivot de serviço.

Há dois dias começava o gajo a dizer: «Portugal vai sofrer…». E eu logo a pensar no que viria aí. Mais cortes orçamentais? Sanções da EU? Um furacão?

Não, nada disso. E lá continua a frase «…uma melhoria das condições climatéricas».

Foda-se, que negativismo e que negação é esta?

Segundo os meus conceitos «sofrer uma melhoria» é antagónico, bi-direccional, abstruso.

De acordo com a Mestre Priberam, a palavra em causa deriva do Lat. *sufferere, por sufferre
v. tr.,
suportar;
tolerar;
padecer dores, físicas ou morais;
v. int.,
sentir dor física ou moral;
padecer com paciência;
fig.,
experimentar prejuízos;
s. m., Ornit., Brasil,
pássaro amarelo de cabeça, cauda e asas pretas e cujo canto imita a pronúncia do seu nome.

A não ser que o senhor pivot quisesse dizer que íamos ser assolados por pássaros amarelos, de cabeça, cauda e asas pretas e que isso representava uma melhoria, não sei...

Na madrugada de hoje, pelas três da matina novamente, ouvi mais uma barbaridade do género, só que já não me recordo de qual.

O mesmo senhor jornalista e o mesmo horário.

Acho que uma destas coisas vai ter de mudar.

Arrotos do Porco:

Parece-me óbvio: muda de canal.


É que é ja a seguir Zzzz....
...agora que ja tenho TV Cabo...
Vivóooo Zapingggg!



Para mim, mudar de canal é tirar do cu para meter na boca.


Eu não me lembro se já vos disse.
Tenho un fétiche que é, de vez em quando, vestir-me de mulher.
Sim, eu sei que fico um pouco parecido com a Odete Santos.
Antes que comecem a julgar-me ou a rir, aconselho-vos a lerem e a informarem-se sobre o assunto.
É uma parafilia mais comum do que parece. Mesmo mais comum do que os casos de homens que pedem à parceira para lhes enfiar um dedo no cu.
Eu, que sou um homem de muito alimento, declino sempre a oferta do dedo. Um bom marsapo moçambicano é o mínimo dos mínimos que minhas sôfregas nalgas toleram.

Um dedo! Pfffff!

Quanto aos posts que aqui vou escrevendo, pois não esperem grande coisa. É o que se pode arranjar e vocês também não merecem melhor. Agora que o vareta arranjou com que se entreter, fico eu encarregue de vos varejar.
Um dia vou escrever um post sobre transvestismo e do caos que esta parafilia provoca no meu guarda-fatos.



sofro de felicidade a ler-te, Chouricinho querido. Mas diz-me...em de "meu guarda fatos" , não terás querido escrever "meu guarda-vestidos"? quanto à questão do dedo aqui, dedo ali, acho tudo isso muito digital, muito moderno e eu sou do tempo em que os animais falavam e mal; -))))




<< Voltar ao repasto.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?