<$BlogRSDUrl$>

Vareta Funda

O blog dos orizicultores do Concelho de Manteigas


quarta-feira, agosto 10, 2005

SEXO, SEXO SEXO! NUDEZ FRONTAL!...

(pela primeira vez na Vara)

Cassildo Juvenal deixou escorregar a sua mão peluda e tatuada nas coxas de Suzette Lee Yu. Ela movimentou suavemente a bacia e pôs a mão na braguilha de Cassildo enquanto desabotoava os primeiros botões da blusa decotada. De soslaio, Cassildo olhou para o boião de vaselina na prateleira da padaria onde apanhara Suzette a arrumar a cozinha antes de ir para casa. Ela mordiscava-lhe o peito másculo enquanto ele deslizava suavemente a mão por debaixo das cuecas floridas. Ela começou a gemer. As cuecas dela desceram até aos joelhos e Cassildo desabotoou-lhe o soutien. Um dos mamilos túrgidos aflorou e Cassildo, num frémito de excitação descontrolada, abriu-lhe as pernas e …(…)

E agora, uma coisa completamente diferente:

Vai reunir hoje o acórdão do Tribunal Constitucional para decidir da eventual inconstitucionalidade da providência cautelar interposta pelo futebolista Cristiano Ronaldo junto da revista Nova Gente que alegadamente se prepararia para publicar fotos suas em poses efeminadas. Mais informa o comunicado da Agência Lusa que o Conselho Superior da Magistratura se prepara para reunir com a juíza responsável pela providência cautelar. Conseguimos apurar que, ao que parece, se trataria de um travesti já operado que, dolosamente, falsificou os diplomas universitários de habilitação aos concursos para os lugares de juiz e dormiu com o porteiro do Ministério, sugando-lhe gulosamente o membro viril. Ele ejaculou desbragadamente nas amígdalas do travesti enquanto lhe procurava o ânus para lhe introduzir, com a barbárie própria de uma pessoa rude do campo, o seu grosso…(…)

E agora, uma coisa completamente diferente:

O que eu acho dos incêndios é o seguinte. Nos anos 30 e 40 do século passado, mor de uma destruição atávica do coberto florestal de antanho, constituído essencialmente por carvalhos e de baixa infamabilidade. Mais, o sistema de agro-silvo-pastoril tradicional trabalho-intensivo e baseado em mão-de-obra barata, garantia um certo controle da biomassa de mato sob coberto que se acumulava, mormente nos pinhais. As campanhas de arborização dos baldios e das serras, encetadas durante o Estado Novo levaram a cúmulos de biomassa tais que os pastores que iam cobrir pessoalmente as ovelhas atrás das urzes e deixavam as matas todas cobertas de gosma. Houve um que uma vez levou uma moça de faces rubras e rabo redondo para trás dum grosso pinheiro e se preparava para lhe zurzir a bernarda ainda virginal, esfregando-lhe as partes com a mão calejada. A rapariga ofereceu-se sem resistência, abrindo as pernas, enquanto os pastor baixava as calças e as ceroulas, segurando o seu descomunal … (…)

E agora, uma coisa completamente diferente:

António Guterres, ao fim de pouco mais de um mês e meio em funções como Alto Comissário da ONU para os Refugiados deu hoje uma conferência de imprensa onde fez o balanço deste tempo de actividade. Depois de várias campanhas de campo na região fustigada do Sudão e da Eritreia elaborou um relatório onde declara cabalmente que são necessários mais fundos dos países doadores e também que se terá aproveitado da situação de pobreza extrema nalgumas aldeias sudanesas para, a troco de umas côdeas de pão, apalpar as bernardas cheias de moscas de algumas raparigas impúberes, que aliás lhe foram oferecidas pelos próprios pais, algumas sem sequer estarem ainda excisadas nem nada. Os festins metiam cães pastores alemães que possuíam, em amplexos contra-natura, as raparigas enquanto Guterres se manipulava com volúpia de calças em baixo. Foi-se a uma delas e meteu-lhe o sua verga diminuta ente os bem lubrificados grandes …(…)

E agora, uma coisa completamente diferente:

Está prevista para o Continente,a continuação de céu limpo ou pouco nublado com continuação de tempo quente. Não se prevê qualquer percipitação em todo o território do Continente. Na Madeira esperam-se alguns aguaceiros dispersos. A chuva é boa para agricultura e mesmo para a floresta onde são raros os larícios, que são umas árvores muito jeitosas para marcenaria e não ardem por dá cá aquela palha. Se não conhecem, aqui fica o “larício”.

O “LARÍCIO”



(ao Monthy Python´s Flying Circus, claro).

Arrotos do Porco:

Eneputa, que já estás a dar raia...

Raistapartam!



Olá se está!


saravá e até daqui a uns dias. Olé, olé, em sarvasana.

cuidainde de vós outros, e até breve.





<< Voltar ao repasto.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?