<$BlogRSDUrl$>

Vareta Funda

O blog dos orizicultores do Concelho de Manteigas


quarta-feira, outubro 13, 2004



"Não dêem importância ao ruído que vai à nossa volta", pediu Santana Lopes aos portugueses.


Arrotos do Porco:

Bom dia, Nuíta, tudo bem? Não é um chate, isto? Então desculpem, só queria cumprimentar esta Mulher tão linda...


Olá, FPM. Ó pra mim toda babada. Antes babada que surda, digo eu.
Tás bonzinho?

estounua, a chatar em local impróprio



Óptimo, obrigado, e tu, sempre chateadita com as politiquisses? Caga nisso, pá, esses gajos não merecem a n/ ralação. Eu ajusto as continhas todas nas eleições. Aí é que lhas digo todas, eheheh.


Eu também estou bem. E se quisesse não me ralava, mas ralo-me, o que é que se vai fazer...dá-me até vontade de dar estalos aos tipos. :)


Eu não ouço é os ruídos que têm saído da boca desse ligustrina.


Não consigo aceder ao chate.

:(



Não o ouvi dizer isso: tapei os ouvidos por causa do ruído dele.

;)



Nas comunicações, em geral, sempre que queremos retirar sinal, para tratar, amplificar ou simplesmente analisar usamos filtros. No entanto há um caso em que devemos ter especial atenção na concepção do filtros: no caso em que a onda que nos chega comporta mais ruído que sinal, pois corremos o risco de filtar o próprio sinal e por exemplo amplificar o ruído.
Serve esta explicação para dizer que fazemos o filtro de acordo com o que achamos que é ruído ou sinal. Felizmente na electrónica distinguir ruído de sinal é uma operação sem lugar para subjectividades e por isso também prefiro ouvir rádio que alguns políticos a falar.



"Este governo não cairá porque não é um edifício, sairá com benzina porque é uma nódoa."

Eça de Queirós.



... e o ruído crescerá!




<< Voltar ao repasto.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?