<$BlogRSDUrl$>

Vareta Funda

O blog dos orizicultores do Concelho de Manteigas


sexta-feira, agosto 27, 2004

Lições de nobreza

Embalados pela euforia que nos animou por via da organização do Euro 2004 e da prestação da Selecção Nacional Sénior, acalentámos secretas (e, por vezes, pouco secretas) esperanças de ver os nossos rapazes regressar cobertos de glória olímpica. O que aconteceu foi o que se viu: duas derrotas e uma vitória, a maior displicência, falta de tenacidade, uma gritante falta de competitividade (salvo raras excepções) e um desgoverno completo. Consumada a eliminação no apuramento para a fase final, a culpa foi do calor, da preparação, dos árbitros, etc. Os nossos bons rapazes, que todos sabemos no íntimo serem uma jóias capazes da maior abnegação no momento de honrar as cores nacionais, são impolutos e inatacáveis.

Francis Obikwelu aproveitou uma digressão da selecção juvenil do seu país a Portugal para fugir. Tinha um sonho e decidiu persegui-lo. Andou a trabalhar na construção civil, teve uma vida dura mas, como nas histórias de Hollywood, subiu ao Olimpo e olha agora de frente (em boa verdade, de cima...) os mais acarinhados dos atletas: os sprinters, os homens mais rápidos do mundo. Ganhou uma inesperada medalha de prata na final dos 100 metros planos e estabeleceu um record nacional para a distância que vai durar 100 anos (no mínimo) a ser batido por outro atleta. Fez os portugueses sonhar com outra medalha, nos 200 metros, mas falhou esse objectivo, ficando-se por um 5º lugar que faria salivar qualquer outro. Entrevistado, a primeira coisa que fez foi pedir desculpa aos portugueses, dizendo que correu mal. Possíveis explicações haverá, como o barulho no estádio ou o seu estado de saúde, mas o Francis assumiu a sua falta e pediu desculpas ao país - afinal, ao seu país.

A diferença de atitude é gritante, e as razões conhecidas de todos. Não é possível pôr um futebolista a raciocinar fora da lógica mercantilista do mercado de transferências, e as selecções têm que se contentar com o que puderem, desde que não colida com os interesses dos clubes, dos empresários e das televisões que fazem as transmissões dos diferentes campeonatos. Sabemos e, até certo ponto, compreendemos isto. Mas a assunção dos erros fica muito bem a toda a gente, e as desculpas esfarrapadas dos nossos futebolistas roçam o insulto sobranceiro ao pagode que come tudo o que lhe ponham na malga. Se calhar devíamos mandar esta rapaziada trabalhar para as obras durante uns tempos, para ganharem um bocadinho da humildade que faz com que o Francis seja um grande Homem.


Arrotos do Porco:

Ser o primeiro a abrir a Enetation, essa puta, era lúbrico, lascivo, glorioso!

Ser o primeiro a abrir esta coisa não é nada de interessante.



A glória é um legado oneroso para quem não pode sustentá-la.


Ora aí está uma grande verdade.
Grande Francis,que nem precisa articular bem o Português para dizer o que lhe vai na alma. Toda a gente entendeu. Não foi preciso o famoso " trabalhámos muito....... e o ábitro........e vamos continuar a trabalhar muito...........o grupo de trabalho........prognósticos...............fizémos o nosso melhor......."
O Francis não cantou de galo, assumiu sem complexos que ia correr para a medalha e assim fez.
Tirem as conclusões que quiserem mas uma coisa é certa; A Humildade fica bem a qualquer um e o Francis é a prova disso mesmo.
Bom dia Calhau, bom dia a todos.

E eu sou mesmo o Zeca.



E tens toda a razão ó chinês! Ser o primeiro a desbravar a Ene lavadinha e bem comportada era do baril, agora ser segundos a enrrabar um paneleiro... cum caralho ou dois!!


Se este não é dos melhores posts para lá caminha a passos largos.
Uma análise bem verdadeira e uma grande lição daquelas que tu sabes dar como poucos.
Eu acho é que muitos não lhes adiantaria de nada ir para as obras e só contribuiriam para o desgaste dos que lá trabalhavam. A humildade também se aprende com os tombos da vida ,mas ele há gaijos (e gaijas)que não há volta a dar-lhe, são arrogantes por natureza e de pouco adiantam os esforços.



Eu habituo-me muito facilmente ao que é bom. Já ao que é mau nunca consigo habituar-me. Tenho assim este feitio, o que é que querem...vai na volta vai-me custar para a semana ficar sem as postas do Menir.Pois se esta semana nos brindou com duas daquelas de se lhe tirar o chapéu já estou mal habituada é o que é...


E por falar em boas escritas: eu tenho um certo pressentimento que se a Nuíta hoje pudesse nos brindava com um post sobre o barco do aborto ai, tenho tenho. Ou então é a minha vontade...


Bom dia!

Sobre isto, tenho a dizer várias coisas:

- Primeiro, esse record não vai demorar a 100 anos a ser batido! Irá ser bem mais...
- Segundo...o uniforme que o Obikwelu usava, era sem dúvida o mais colorido! e sem dúvida, aquele que eu gostava mais...afinal, ele é do meu país!
- Terceiro...talvez por não ser futebolista, e não sei explicar bem porquê, aceito sem restrições a naturalização deste homem! Já ao contrário do Deco, que acho que foi para conseguir ainda maior visibilidade!

- Por fim, quero dizer que fiquei estupefacto, com a pergunta do jornalista em directo depois da corrida de 200 m:

"- 5º lugar...está desiludido?"
O jornalista esqueceu-se que o homem, correu 3 x 100 metros em todas as eleminatórias! Na última bate o record nacional!
Correu 3 x 200 metros...num espaço de 3 ou 4 dias! Sempre ele! SEMPRE ELE...sozinho! Eu sinceramente não fico desiludido! Um 5º ou 4º lugar naquela final era brilhante...e via-se que o homem estava cansado! Mas é um cansaço de que me orgulho!

AGORA...ESTE CORREDOR, CORREU TODAS AS PROVAS CONTRA ALTOS ADVERSÁRIOS! NO FUNDO, O QUE SE PASSOU COM ELE, E FAZENDO UMA COMPARAÇÃO COM O FUTEBOL, ERA COMO QUE SE A SELECÇÃO NO ESPAÇO DE UMA SEMANA TIVESSE JOGADO SEMPRE CONTRA A FRANÇA, E GANHO 5 EM 6 JOGOS! POR AMOR DE DEUS....ALGUÉM FICARIA DESCONTENTE?
Se o Obikwelu corresse contra ( passe algum exagero ) Iraquianos, Costa Rica ou Marrocos podia dar duas voltas à pista que ainda chegava em primeiro!

E depois, são os árbitros e o calor ( o Obikwelu até disse que o "tempo estava bom", que não foi esse o problema ), e o caralho a sete! Sinceramente, Po mim, podem naturalizar 11 gajos! Desde que queiram jogar, a sério, à bola, numa selecção portuguesa!



A nobreza adquire-se vivendo, não nascendo.


...obi..cu...elo...era o que precisavam...por ai acima...uai...uai...


No caso Obikwelu, adquire-se correndo!


Cloni! viró cu que vem aí o Obi.


Ó clonito, tu fazes ideia do que a tua actividade faz na lista dos referrals do Sitemeter?


cá para mim, deve desconfiar....lol


menir, grande post, homem

vou pôr os franz ferdinand, para comemorar
TAKE ME OUT! UAI!
=;D



menir, grande post, homem

vou pôr os franz ferdinand, para comemorar
TAKE ME OUT! UAI!
=;D



nem mais!

UAI! =;D



Olha, melindrei um quelonito!

Eh, pá! Como te hei-de explicar... Isto é mais ou menos como aquilo das natas e dos pastéis de Belém.

O que se passa aqui está perfeitamente explicado em termos pedagógicos, no ensaio Fodimeico: "Como educar o seu quelonito - O selvagem mundo do trauma plutocrata." - Páginas 347 a 450, logo ao lado da lírica divertidíssima do tema "Atirei o pau ao quelone", uma adaptação muito engraçada do "Jardins Proibidos" com nuances de downtempo mas a atirar pouco para St. Germain.

Quando falamos do quelone na sua terra Natal, falamos de drama, melancolia e desespero. Falamos de uma pessoa linda, áspera mas singela, ela.

Falamos de sorte, pureza. O andaime de um ser maior, melhor. Um ser de destreza, perícia e paixão... ão... ão...

Ou então, não.

A bem de uma resposta justa e sensata, procurei a minha memória em busca de uma referência bibliográfica que condissesse à situação. Eis que narcotizei três dos meus já escassos e gastos neurónios para que pudesse honrar a verve elaborada e multifacetada do meu quelonito. Amigo. Irmão.

Conão.

E após a muito rejubilante viagem de recordar, entre outros, os amores de Tereza, a inércia de Sanford, o alucino de Acton, duas bebedeiras de Pessoa, o destrutivo mas saudável desenho de Joana, os Cães - Ah! Os Cães -, e a puta da perdida 3ª Edição de uma colecção do Homem-Aranha que me ficou com história esburacada frustrando grandes possibilidades de uma boa formação e consequente melhoria considerável ao mau feitio, aterrei no audaz, excêntrico e preciso Sir Doyle. Cona Dói-lhe, para os portugueses mais chegados. Estes arrancavam preciosas gargalhadas que ele pouco percebia, mas deferia, simpático e bonacheirão como sempre foi.

Sir Dói-lhe, por sua vez, conseguia analisar com perícia clínica, como exímio homem da ciência que era, toda uma série de características singulares sobre os actos ou hábitos de vida de um qualquer transeunte, simplesmente pelo poder da observação, experiência e dedução.

E vocês perguntam ao Fodimedes o que caralho quer ele dizer com esta história toda:

- Fodihunfm, pá, hunfhunfmcarahunf querenfm dizer confm essa histónfm tonfm?

E eu, após aconchegar as cangalhas na linha d'ólhos e perceber o que vós andáveis a escrevinhar, respondo com alguma pouca clareza:

Não disserto sobre personalidades obscuras, aparentemente bipolares e ignaras de quaisquer conceitos de conceito ou com problemas de interpretação.

- Hem?! - Leio-vos novamente.

Não, não o faço porque não. É dogma.

Aliás, já a minha avozinha dizia que nunca se deve dar muito mimo aos bichos porque eles ganham gogo. E eu obedeço. Os antigos é que sabem - Já os antigos diziam.

Ou seja:

1. Quelonito, após a leitura destas linhas, espero que tenhas ficado tão esclarecido como eu aquando a leitura do teu último comento.

2. Agir, falar, escrever e apresentar-se com a identidade de outrem não é mais do que enxovalhar. Nestas coisas a nossa identidade é aquilo que aparece nas caixinhas. Só depende disso, dos escritos - embora muitos de nós já tenham tido o júbilo de um ou vários encontros pessoais.

3. Dizer que a Vara funciona pelos comentos, e por alguém que se passa por outros comentadores é uma excelente galhofa.

4. A ser censor, bastar-me-ia apagar o comento, pelo que, certamente se nota uma larga diferença daquilo que acontece pelo diálogo.


Simplesmente, o que fiz foi pescar - E calhou-me uma bela truta!

Só não se sente quem não é filho de boa gente.

Afinal, és um bom rapaz.



...referrals...uai...o que faz...uai...uai...


Quanto ao poste, para quem tinha que dormir num balneário e com toda aquela história de vida nas costas, o título adequa-se como nenhum outro.

Mas fiquei fodido com o 5º lugar. Foi por uma nesga. Todo o esforço, e ainda ter que correr com problemas de saúde numa prova de alta competição, merecia um final mais honroso.

Vale-lhe, ao menos, o reconhecimento que muitos lhe dão e a possibilidade de ter chegado onde chegou. Por mim, tem já o Ouro garantido e um pódio com louro.



"A bonis bona disce."

"Keep good men’s company and you shall be of their number."

"Fréquentez les bons, et vous l’en serez."

"Allégate a los buenos y serás uno de ellos."

"Accostati ai buoni e sarai uno di essi."

"Kiaj kolegoj, tiaj kutimoj."

"Junta-te aos bons e serás um deles."



"A bonis bona disce."

"Keep good men’s company and you shall be of their number."

"Fréquentez les bons, et vous l’en serez."

"Allégate a los buenos y serás uno de ellos."

"Accostati ai buoni e sarai uno di essi."

"Kiaj kolegoj, tiaj kutimoj."

"Junta-te aos bons e serás um deles."



"A bonis bona disce."

"Keep good men’s company and you shall be of their number."

"Fréquentez les bons, et vous l’en serez."

"Allégate a los buenos y serás uno de ellos."

"Accostati ai buoni e sarai uno di essi."

"Kiaj kolegoj, tiaj kutimoj."

"Junta-te aos bons e serás um deles."



Foda-se ! O panilas do glogger tá a dar de si !


É só mirones!


Não há ausentes sem culpa, nem presentes sem desculpa.


"Clica apenas uma vez no "Publish your comment", espera e poupar-te-ás ao embaraço de veres os teus comentários milagrosamente multiplicados".


Eu só cliquei uma vez de cada vez.


"Clica" é um verbo porreiro!

eu clico
tu clicas
ela clica
nós clicamos
vós clicais
elas clicam



Um sádico, um masoquista, um assassino, um necrófilo, um zoófilo e um pirómano estão sentados num banco de jardim, sem saber como ocupar o tempo.

Diz o zoófilo: "Vamos apanhar um gato!
Diz o sádico: "Vamos apanhar um gato e torturá-lo!"
Diz o assassino: "Vamos apanhar um gato, torturá-lo e matá-lo!"
Diz o necrófilo: "Vamos apanhar um gato, torturá-lo, matá-lo e violá-lo!"
Diz o pirómano: "Vamos apanhar um gato, torturá-lo, matá-lo, violá-lo e atear-lhe fogo!"
Diz o masoquista: "Miau!"



Caro Fodimedes, pá, continuas sem razão nenhuma.

Ora, vejamos:

1. Eu não agi, falei, escrevi ou me apresentei com a identidade de outrem. Veja-se a ladainha apresentada anteriormente acerca da distinção entre o que aparece no display e o que é assinado no fim do comento. Achas que os frequentadores deste tasco não conseguem distinguir? Então, tem-los em baixa consideração.

2. Estranhes ou não, conheço-te pessoalmente. E tenho-te em grande consideração, quer pelo que escreves quer pela pessoa que és. Se desconfias que eu seja alguém que tu conheces, podes ficar com a certeza de saber que sim, sou essa pessoa.

3. As clonagens não passam de uma brincadeira. Não fui ofensivo e não enxovalhei ninguém. Nem mesmo na lógica que apresentas.

4. A Vara funciona pelos comentos, quer queiras, quer não queiras. Achas que terias uma comunidade virtual como esta sem os comentos? A resposta, a mim, afigura-se clara: não. Rotundamente, não.

5. Reitero que não me fiz passar pelos outros comentadores sem me ter identificado como alguém diferente deles.

6. A referência ao lápis azul teve a ver com a tua lógica e as contradições ínsitas. Não é por não apagares os comentos que podes utilizar gratuitamente expressões como o espaço aos que o merecem, se a memória não me falha. Esta expressão é, por si só, demonstrativa de censura. Ou então, sou eu que estou a interpretar mal...

Como previamente afirmei, não me vou fazer passar por ti outra vez. Agora, a liberdade criativa ninguém me a pode tirar. Acho que - com graves falhas, é certo - apanhei razoavelmente o teu estilo.

Ao fazer-me passar por ti e ao identificar-me como alguém diferente de ti no próprio acto, não provoquei nenhum estrago. Admito que te tenha gerado alguma perplexidade ao utilizar o teu bom nome. Alguma irritação. Mas sem grandes razões para isso, uma vez que me «descolei» de ti em todas as ocasiões, separando claramente quem tu eras e quem tu não és.

É o que tenho para dizer.



Pessoal ! Clicai !


...fodace...clonado...eu...mato um...


Custou, mas tá feito.

Um abraço, pá. :)



O comento das 11:31, do nosso queridíssimo Fodímedes - o próprio, é o melhor de todos os posts do porquito.
Fica, assim, mais que provada a importância de umas farpas bem atiradas. :)

---

Agrdeço ao Menir pelo tema, pela oportunidade e pela prosa. Uma abichanadíssima beijoca de alívio. :)



O Clonópito fode-o e depois mede.


"Pau torto faz fogo direito."


Pó caralho! Vou à FNAC comprar bilhetes.


Agora comento eu.

Gostei do poste. O seu conteúdo é uma lição para todos nós. E nem precisava de ser o Obikwelu o termo de comparação com a Selecção de sub-23. Bastaria o próprio Rui Silva. É farinha do mesmo saco, leia-se, tão Português como os do futebol e não carrega um pouco a carga do coitadinho que, quer se queira quer não, é indissociável da sua (Obikwelu)condição.
E assim a comparação é sempre mais fácil.

O Rui Silva, com a sua humildade e abenegação, que 1 mês antes dos Jogos teve de ser infiltrado é, para mim, um exemplo igual ou melhor daquilo que deve ser o espírito de representação do País num evento como este.

Porque até teria sido mais fácil o Rui não ter ido aos Jogos e evitado uma possível má figura, que felizmente não aconteceu.



Sobre os comentos que antecederam o meu gostaria de destacar o do mimalho (julgo que é o antigo mimosa). Refere uma das questões mais lamentáveis que é a nossa imprensa desportiva (seja falada ou escrita). Mas aquilo é forma de se formular uma pergunta a quem fez o que o mimalho muito bem explicou? Só mais dois dos finalistas dos 200m tinha corrido a final dos 100m. Toda a gente sabia que o Obikwelu estava adoentado e ainda se fala em desilusão?
Para mim até o 7º lugar (porque não correram 8) era um bom resultado. E o 5º lugar dele teve o mesmo tempo do 4º. E querem comparar o potencial Americano com o nosso?

Mas isto é mesmo assim, quanto mais se dá mais se exige e o bom senso anda arredado destas mentes jornalísticas.






Mimalho, excelente comento.

Meniralho, excelente poste.



...bilhetes...para um show gay...


Quer-se dizer agora que o Fodimedes já sabe quem é o Fodimedes que não era e o Fodimedes que não era sempre soube quem era o Fodimedes. A nós, sempre nos vão calhando assim uma pérolas, como a que o Fodimedes que sempre foi escreveu.
E tu Fodimedes que não era, a mim voltas a clonar-me, voltas? Diz lá. Já me apanhas-te os jeitos, já?



Tem dias, Anita, tem dias.




Anita que não é.



Olha, eu também sou assim, tenho uns dias no mês que não me sinto nada bem...


...sangue...so vejo sangue...eu mato um...


...uai...uai...o porco ta morto...uai...uai...


Já foram todos almoçar? Pois eu ainda não!

Mas hei-de ir, hei-de hei-de...



























UAI!



...porcos...rosas...panteras...animais...uai...uai...


Em primeiro lugar peço desculpa pelo meu nick, mas como sabem, tenho outro blog, e isto de um gajo ter que inserir o nick no Blogger, por vezes tem destas coisas!

Aqui sou o mimosa! ( ponto final )

Depois, quero agradecer ao lindinh0! Apeteceu-me..pronto!

Por fim, quero-vos dizer que não faz sentido essa zanga de comadres entre o Fodimedes e o clonito!

CASO ALGUÉM NÃO SAIBA, EU GOSTARIA DE SER CLONADO! NUNCA SOU...E EU SOU DOS QUE GOSTAVAM DE SER!
POR ISSO, JUNTA-SE O ÚTIL AO AGRADÁVEL!
COMO EU GOSTAVA DOS CLONES QUE O CLONITO FAZIA, E SE ELE NÃO SE IMPORTAR, PEÇO-LHE HUMILDEMENTE QUE ME "CLONE"! SALVO SEJA... ahuahuhauha



clap clap clap

assim, gosto de ler!

eu, que detesto futebol, não consigo entender como é que, jogadores que ganham milhões para dar uns chutos na bola, consenguem sempre dizer que a culpa é de outros...

até logo:-)



Saber reconhecer os próprios erros e limitações é uma virtude rara e uma enorme prova, não só de humildade, mas principalmente de inteligência.

Dois postes seguidos do Menir Calém é um luxo que nos faltava há muito.

Já tinha saudades de comentários do Mimo.

Comentários como o do Poeta davam um rico poste.

Tudo se está a compor e ainda Setembro vem longe...
Boa tarde a todos.



Clonito, faz lá de Mimito que eu não suporto ouvi-lo chorar.
Agora vê lá, olha que com o Mimito tens de portar-te especialmente bem.
Olha e já agora mais um favorzito pôe-te nú, que eu tenho saudades dela.



Eu a Nuíta estamos de novo em sintonia.
Um beijo linda.



"sýntonos"

acto de sintonizar;

circunstância em que dois ou mais circuitos eléctricos estão na mesma frequência;

acordo de frequência;

sintonização;

simultaneidade;

acordo, concordância entre pessoas.



Mimalhuço, o caríssimo não tem de quê! ;)






E um dia fui almoçar
Ali perto de Campo Maior
Uma dobrada, um traçado de tinto
Arrotei, senti-me melhor.















Sábado à vistaaaaaaaaa....

UAI!



"Os loucos dão os banquetes, e os avisados comem-nos."


Construir castelos no ar.


Só queria referir que não estou zangado. Nunca, mas nunca estive. Não confundam as coisas.

Tenho até algumas dificuldades em me manter sério e sustentar o cargo pesado deste nicado mau feitio.

Volta, quelonito! Perdoa-me!

Chuif!



Esta agora...
Vá lá um gajo tentar compreender certas alminhas...



Só queria referir que não estou zangado. Nunca, mas nunca estive. Não confundam as coisas.

Tenho até algumas dificuldades em me manter sério e sustentar o cargo pesado deste nicado mau feitio.

Volta, quelonito! Perdoa-me!

Chuif!



















Ai! Tss, já fiz merda! É que eu não sou o Fodimedes



Milho verde, milho verde
Milho verde maçaroca
À sombra do milho verde
Namorei uma cachopa

Milho verde, milho verde
Milho verde miudinho
À sombra do milho verde
Namorei um rapazinho

Milho verde, milho verde
Milho verde folha larga
À sombra do milho verde
Namorei uma casada

Mondadeiras do meu milho
Mondai o meu milho bem
Não olhais para o caminho
Que a merenda já lá vem



Não fui eu. E podes verificar isso pelo IP.


...puta dos clones...e se fossem apanhar...


...batatas...


Eu também não, sim! caralho! foda-se! Fui eu, não fui eu, cona dum boi se não fui eu! cu da tia, não estou com azia, terei sido, não sei! Eu não existo mas almoçei e bebi bem, no Nicola, ah!,Grande Barbosa!


Ah, e aproveito este poste do Meniralho para saudar a participação do Emanuel Silva e da Vanessa Fernandes, dois "putos" de 18 anos que conseguiram brilhantes classificações nestes J.O.
Que sirvam de exemplo pelo seu querer e raça demonstradas.









E o sábado está cada vez mais próximo....

E o fin0 está com a "corda" toda, o que é de saudar...



"verificare"


averiguar ou investigar a verdade de;

certificar-se de;

conferir;

achar que é exacto;

provar a verdade de;

confirmar;

corroborar;

efectuar-se;

realizar-se;

cumprir-se.













Quem verifica, corno fica.



Sabão crá-crá
não deixa os cabelos do saco enrolá

Sabão cré-cré
Não deixa os cabelos do saco de pé

Sabão crí-crí
Nao deixa os cabelos do saco cair

Sabão cró-cró
Não deixa os cabelos do saco dar nó

Sabão crú-crú
Não deixa os cabelos do saco
enrolar com os do cú



Mamonas Assassinas
Carla Fernandes







Ai que saudades das mamas da Carla!



Tá bem.


Sim...


Certo... ok...


Um bolo de arroz! tá bem eu levo.


Na falta do FPM...

































CALA-TE, CARALHO!



Andava eu atrás dela
como um príncepe a trás da Cinderela
distraído ba ti num lampião
dei-lhe um pontapé e disse um palavrão

Mas porque é que eu estou a qui?
vou mas é para casa pôr-me a estudar
ela nem olha para mim
ou então finge não olhar

[refrao:]

Estou na Lua
não me chateies que eu agora estou na lua
e em breve vou chegar ao céu
onde tu estás toda nua (nuinha), só com véu

Lá continuei eu atrás de minha amada
como um cavaleiro que defende a espada
ao virar da esquina entrei num restaurante
tinha um emprego muito importante

Olhei para a vitrine a ver se estava belo
passei as mãos pelo cabelo
preparei-me para entrar - Here we go

Estou na Lua
não me chateies que eu agora estou na lua
e em breve vou chegar ao céu
onde tu estás toda nua (nuinha), só com véu


Lunáticos



Caralinda! Faz-me um bico. Ou então faz uma plástica.


...face down...ass up...


Tás de cu pró ar, tás a jeito... agunta mais um bocadi, está a chegar o Obi.


...fino...ass up...bilhetes...show gay...


O que tu realmente queres e te inibes de pedir só te pode ser fornecido por um nado nas ex-colónias, não por mim.....






Muamba, banana e cola,
Muamba, banana e cola,
Muamba, banana e cola
é que se come em Angola....



Vou de fuga, vou prós copos!


...banana de angola...queres mais...gostaste...


...tanto porco...nenhum comento...desgraça...


Show gay!

Ó caradecaralho, vai pró caralho.

Tomem lá esta dedicada ao vosso show;




Um tanto quanto másculo
com M maiúsculo
vejam só os meus músculos
que com amor cultivei

Minha pistola é de plástico
em formato cilíndrico
sempre me chamam de cínico
mas o porquê eu não sei

O meu bumbum era flácido
mas esse assunto é tão místico
devido ao ato cirúrgico
hoje eu me transformei

O meu andar é erótico
com movimentos atômicos
sou uma amante robótico
com direito a replay

Um ser humano fantástico
com poderes titânicos
foi um moreno simpático
por quem me apaixonei
e hoje estou tão eufórico
com mil pedaços biônicos
ontem eu era católico
Ai, hoje eu sou um GAY!!!!!

Abra sua mente
Gay também é gente
baiano fala oxente
e come vatapá

Você pode ser gótico
ser punk ou skinhead
tem gay que é Muhamed
tentando camuflar
(Allah meu bom Allah)

Faça bem a barba
arranque seu bigode
gaúcho também pode
não tem que disfarçar

Faça uma plástica
aí entre na ginástica
boneca cibernética
um robocop gay...

Um RoboCop Gay, eu sei, eu sei, eu sei, é um Robocop Gay...

Ai como dói!





Mamonas assassinas





E agora vou de cona que se faz tarde, agasalhem-no bem durante o fim de semana, seus protagonistas.



Insano!





Demente!






Destravado!






Insensato!









enfim,












Doido!



...uai...uai...


Vou de férias. Vim só deixar um beijo ao Bock e uma joelhada ao FPM. Ehhh FPM Ehhh!
tt se quiseres um café procura-me. Sabes onde estou, não sabes?
Beijos para todos e um muito grande para o lindinho.



bfs ó finúrias!
bfs ó finúrias!
bfs ó finúrias!
bfs ó finúrias!
bfs ó finúrias!

......



Finote, mamas e não assinas?



lai larai larai lai lai....



UAAAAAAAAAAAAAAAAAAIIIIIIII!!!!







brimbau

brimbau

brimbau















tu aí, chupa meu pau!


UAAAAAAAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIII!!!



Anocas, EXCELENTES férias para ti.

Eu não sei onde estarás, pelo que não posso ir beber um cafézinho contigo.
Não faz mal. Fica prá próxima.


Aproveita bem.

Resmas de respeitosos jinhos :)



A Anita vai de férias e tudo o mais são lérias! :)


A Anita vai de férias e tudo o mais são lérias! :)


A Anita vai de férias e tudo o mais são lérias! :)


A Anita vai de férias e tudo o mais são lérias! :)




........


lai lai larai lai lai



E eu a trabalhar fico que até me prejudico! :)

E eu a trabalhar fico que até me prejudico! :)

E eu a trabalhar fico que até me prejudico! :)

E eu a trabalhar fico que até me prejudico! :)


........


lai lai larai lai lai



E depois, não é que postei?




<< Voltar ao repasto.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?