<$BlogRSDUrl$>

Vareta Funda

O blog dos orizicultores do Concelho de Manteigas


terça-feira, novembro 16, 2004

UMA NOITE SEM SONO by Odin


O que estou fazendo acordado há essa hora digitando isso? Nem eu mesmo sei dizer o que me causa essa falta de vontade de dormir, me lembro apenas que quando acordei olhar brevemente o relógio sobre a minha mesa e ver que eram somente 1:12 da manhã, o que me fez perceber pouco depois enquanto já estava tomando um meio copo de água o badalar de um relógio antigo que temos na sala, daqueles que sempre se vê badalando em filmes de suspense, e já eram 1:15 da manhã o que me faria voltar à cama preparado para completar a minha querida noite de sono, o que por bem da verdade não aconteceu, eu deitei e sem entender direito o motivo simplesmente não dormi. Bom... Vamos pensar o que eu posso ter feito de errado, talvez eu tenha me deitado da forma errada, custa nada dar uma rolada ao outro lado e ver se não foi isso. Varias mexidas depois pude notar que ainda não estou dormindo e o relógio, lembra, aquele antigo de filmes de terror, já esta badalando o toque das 2 horas da manhã, o que me leva a tomar medidas mais drásticas, daquelas que se toma quando não se consegue dormir de jeito nenhum, vou contar carneiros, muitos carneiros, elefantes, camelos, cavalos, jacarés e capivaras depois, me dei conta que minha imaginação para animais apesar de me levar sempre aos mais exóticos, se limita a uma quantidade pequena de bichos, ou, de paciência ao contá-los, de certa forma tanto faz, eu já vou parar com isso de todo jeito afinal o meu companheiro, o famoso relógio, já me vem badalar o toque das 3:15 horas e por mais que eu tenha sido paciente, já não sei mais o que fazer, quem sabe se eu esvaziar a mente de pensamentos, mas afinal como se faz isso? Mesmo que eu pense no vazio, ainda vai ser um pensamento, será que alguém em algum lugar já conseguiu realmente ficar pensando em nada, dizem os médicos que até quando dormimos temos atividades cerebrais, ou seja, pensar em nada não existe, melhor eu no lugar de ficar pensando como pensar no nada, pensar rapidamente uma forma de dormir, afinal o relógio já vem badalar novamente me avisando que passam das 4 horas da manhã. Ai que inferno isso, desse jeito logo só terei tempo de dar um cochilo, vamos tentar pensar em coisas boas, fechar bem os olhos e lutar contra essa coisa de falta de sono, afinal tanta gente tem insônia e consegue viver, eu também posso de alguma forma conseguir nem que sejam uns minutinhos de sono, ai maldito relógio que não para de tocar 4:30, 4:45, 5 horas da manhã, em meia hora tenho que levantar, o que eu posso fazer para dar ao menos um cochilo, acho que já sei, de repente o problema é contrariedade, se eu conseguir me convencer que eu tenho que ficar acordado, eu vou ter sono, isso é uma boa tentativa ainda bem que eu sou uma pessoa inteligente e pude pensar nisso, vamos ver, eu tenho que achar um bom motivo para me convencer que eu devo permanecer acordado, em meio a tantas coisas deve ter um bom motivo, acabei de achar um bom motivo, aliais, ele apitou aqui do meu lado, dessa vez nem foi o chato do relógio da sala, mas o meu despertador avisando-me da hora de acordar, e não é que de repente me deu um sono...



P.s - Decidi alargar os horizontes aqui do porco, a outras paragens! De um amigo de lá...para vocês de cá! É o contributo que quero dar...com a esperança de que desta forma, contribua para que ele de lá escreva mais..tal como vocês de cá! Sem pressas...ao sabor do tempo! Esse mesmo, que ando com falta...

Arrotos do Porco:

Parabéns! Afinal, a tua noite sem sono, serviu para que me desses a conhecer essa tua veia...


Como é, internamos o Mimosa ou não?




<< Voltar ao repasto.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?