<$BlogRSDUrl$>

Vareta Funda

O blog dos orizicultores do Concelho de Manteigas


segunda-feira, fevereiro 23, 2004

QUANDO O CARNAVAL CHEGAR - CHICO BUARQUE


Quem me vê sempre parado, distante
Garante que eu não sei sambar
Tou me guardando pra quando o carnaval chegar
Eu tô só vendo, sabendo, sentindo, escutando
E não posso falar
Tou me guardando pra quando o carnaval chegar
Eu vejo as penas de louça da moça que passa e não posso pegar
Tou me guardando pra quando o carnaval chegar
Há quanto tempo desejo seu beijo
Molhado de maracujá
Tou me guardando pra quando o carnaval chegar
E que me ofende, humilhando, pisando, pensando
Que eu vou aturar
Tou me guardando pra quando o carnaval chegar
E quem me vê apanhando da vida duvida que eu vá revidar
Tou me guardando pra quando o carnaval chegar
Eu vejo a barra do dia surgindo, pedindo pra gente cantar
Tou me guardando pra quando o carnaval chegar
Eu tenho tanta alegria, adiada, abafada, quem dera gritar
Tou me guardando pra quando o carnaval chegar

- Eu também me estava a guardar para quando o Carnaval chegasse...não fosse esta puta de gripe que me deixou afónico, e ter que trabalhar no dia em que metade do país fez ponte, até poderia neste preciso momento ( em que o meu sentido de responsabilidade, me apela a postar qualquer coisa...) estar no lado de lá...mas toda a gente sabe que eu hoje me fantasiei à mesma! Mas o Carnaval a sério há-de chegar...
- Cala-te ó palhaço!..
- Palhaço eu?? Anda cá cabrão, que já vais ver quem é o palhaço...Qual não levo a mal, qual quê? Eu nem gosto de Carnaval!

Tunkz, Tinkz...Tronx

Arrotos do Porco:


<< Voltar ao repasto.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?