<$BlogRSDUrl$>

Vareta Funda

O blog dos orizicultores do Concelho de Manteigas


quarta-feira, outubro 15, 2003

RAVE

Recorro à “Bíblia” dos Jornais diários locais, para vos dar a conhecer uma boa iniciativa Camarária! O Encarnação não pára...
Sem qualquer ponta de ironia, reconheço que...pronto!

A notícia:
“Alguns reclusos do Estabelecimento Prisional de Coimbra vão ser colocados em diversas unidades orgânicas na Câmara Municipal de Coimbra em Regime Aberto Virado para o Exterior (RAVE). O protocolo foi aprovado, por unanimidade, na reunião de Câmara da passada segunda-feira.”

Para além da sigla curiosa encontrada, e do carácter totalitário da votação, não se pense que os reclusos vão andar de garrafa de água na mão...Não! Já levam as pastilhas, obviamente ( que os guardas prisionais lhes deram dentro do seu estabelecimento prisional ), mas não andarão a saltar/dançar desalmada e descontroladamente a ouvir o belo tunqz, tunqz...

Estarreci só de pensar na possibilidade, e relativamente à referência às “diversas unidades orgânicas na Câmara Municipal de Coimbra”, que os poderiam vincular a qualquer lugar na área de Serviço Social, Recursos Humanos, etc - áreas de prioridade do nosso Governo, para colocação nos primeiros lugares do desemprego.

No entanto, o jornal adianta, que os reclusos irão fazer a: “(...) limpeza de matas e caminhos florestais, trabalhos de jardinagem e manutenção de espaços verdes e obras de reparação de edifícios escolares e infra-estruturas municipais.”
Ou seja, os presos vão roçar mato e abrir estradas nas florestas, assentar tijolo e acartar com baldes de cimento nas obras...com excepção de alguns sortudos que andarão a regar rotundas e aparar relva. A Câmara ainda lhes acena com o incentivo do subsídio de almoço ( igual ao dos restantes funcionários - é lindo considerarem-nos como funcionários! ), para poderem comprar ainda uns valentes maços de tabaco – daqueles que matam ( ajudando assim ao equilíbrio do número de reclusos nos estabelecimentos prisionais ) - e ...mais pastilhas!

Louvo desde já, a forma ligeira e inteligente como a Câmara conseguiu, e soube, descrever os trabalhos que os reclusos irão efectuar, acentuando no entanto, que era desnecessário o paleio do já familiar e gasto:
” O objectivo é encontrar formas para a inserção social dos detidos, "facultando-lhes o acesso ao trabalho, à formação profissional, à cultura e ao desporto e promovendo a melhorias da sua situação económica, prevenindo e combatendo situações de carência, geradoras de exclusão social."

Os gajos vão roçar mato e assentar tijolo ( tarefas que ninguém quer fazer ), em vez de se coçarem na prisão, e o resto é conversa!E nós aplaudimos...

Arrotos do Porco:


<< Voltar ao repasto.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?